sexta-feira, 31 de julho de 2015

Outros acontecimentos para o dia 31 de Julho:




Índios Brasileiros

Em 31 de julho de 1609, os indígenas brasileiros são libertados. Quando os portugueses chegaram, havia mais de 2 milhões de índios somente no litoral da Bahia. Os povos eram divididos em troncos lingüísticos, dos quais se destacavam os Jês, os Nu aruak, os Karibi e os Tupis. A maioria dos índios era chamdada de tupi.

1498 - Cristóvão Colombo descobre a Ilha de Trinidad em sua terceira viagem à América.

1556 - Morre Ignácio de Loyola, fundador da Companhia de Jesus (congregação dos jesuítas). Ele foi canonizado em 1622.

1609 - Libertação dos indígenas do Brasil.

1680 - Posse do Frei Gregório dos Anjos, primeiro bispo do Maranhão.

1814 - Pio VII restitui "no mesmo estado antigo e em todo o mundo católico a Companhia de Jesus".

1821 - Incorporação do Uruguai ao Brasil, sob o nome de Província Cisplatina.

1875 - Nasce Jacques Villon, poeta francês.

1886 - Morre Franz Liszt, compositor e pianista húngaro.

1897 - Inauguração da primeira sala fixa de cinema do Brasil no Rio de Janeiro. A sala era de propriedade de Paschoal Segretto e Jose Roberto Cunha Salles e era chamada Salão de Novidades Paris

1912 - Nasce Milton Friedman, norte-americano, Prêmio Nobel de Economia de 1976.

1923 - Nasce Ana Mariscal, atriz e cineasta espanhola.

1931 - Triunfo militar de Chiang Kai Chek sobre os comunistas rebeldes chineses.

1932 - O Partido Trabalhista Nacional Socialista ganha por grande maioria as eleições na Alemanha.

1936 - Nasce o escritor brasileiro Inácio de Loiola Brandão.


1943 - O submarino alemão U-199 é afundado na costa ao sul do Rio de Janeiro por um hidroavião PBY-5 Catalina da FAB (Força Aérea Brasileira) depois de ter sido atacado sem sucesso por um avião americano PBM-3 Mariner e outro avião brasileiro, um A-28 Hudson. Durante a Segunda Guerra Mundial, 16 submarinos foram afundados nas costas brasileiras.

1941 - O presidente do Conselho de DRedação Terrasa da Alemanha, Hermann Goering, entrega à polícia a Solução final, um plano para a eliminação dos judeus.

1942 - Segunda Guerra Mundial: ataque aéreo britânico contra a cidade alemã de Düsseldorf.


1944 - O aviador Antoine de Saint-Exupéry, autor do livro O Pequeno Príncipe, desaparece em um avião na região norte da África.

1954 - Uma expedição italiana chega pela primeira vez ao topo do monte Godwin-austen, o K2, o segundo maior pico do planeta.

1963 - Arturo Illia, candidato da União Cívica Radical do Povo, é proclamado presidente da Argentina.


1964 - A sonda norte-americana "Ranger VI" transmite 4.316 fotografias da superfície lunar.

1966 - O governo argentino decreta o fechamento das universidades.

1969 - O Papa Paulo VI inicia uma visita à Uganda.

1981 - Morre em acidente aéreo Omar Torrijos, político e ex-chRedação Terra de governo do Panamá.

1982 - Acidente de ônibus no sul da França, deixando 53 mortos (44 crianças).

1982 - Arístides Royo renuncia a seu cargo de presidente do Panamá.

1987 - Mais de 400 mortos em conflitos entre iranianos e tropas da Polícia saudita nos arredores da Grande Mesquita de Meca, onde se realizava uma peregrinação.

1988 - O rei Hussein da Jordânia renuncia ao território da Cisjordânia, ocupado por Israel desde 1967, para favorecer a criação de um Estado palestino independente.

1990 - Entra em vigor na URSS a nova Lei de Imprensa, que põe fim oficialmente à censura.

1991 - O presidente americano George Bush e o presidente soviético Mikhail Gorbachov assinam o Tratado de Redução de Armas Estratégicas, START, após dez anos de negociações.

1991 - O último trecho do Canal Meno-Danúbio é inundado. A importante passagem para navios de grande porte liga o Mar Negro e o Mar do Norte.
1994 - Começa a ação norte-americana em Ruanda com fins humanitários.

1994 - Morre Andrés Townsend Ezcurra, peruano, fundador do Parlamento Latinoamericano.

1994 - A ONU aprova intervenção no Haiti.

1996 - A seleção brasileira de futebol perde para a Nigéria na Olimpíada de Atlanta. A derrota acarretou na eliminação dos brasileiros da competição.
1998 - A Justiça britânica inocenta um jovem da acusação de ter matado um policial. Derek Bentley foi enforcado, aos 19 anos, 45 anos antes da absolvição.
2000 - O governo colombiano designa o empresário Ramón de la Torre como o novo negociador na Mesa Nacional de Diálogo com as FARC.
2001 - O juiz espanhol Baltasar Garzón ordena a prisão incondicional do ex-militar argentino Adolfo Scilingo, por participar nos "vôos da morte" na ditadura argentina.
2001 - Uma forte reação popular é produzida em reação aos cortes aprovados pelo senado argentino, com bloqueios de carreatas e ruas e a participação de aproximadamente 120 mil pessoas nos protestos.
2001 - O Congresso dos EUA aprova um projeto de lei que converte em crime federal a clonagem de seres humanos.


Curiosidades sobre os índios no Brasil


Atualmente, existem apenas dois estados brasileiros onde não vivem populações indígenas: o Piauí e o Rio Grande do Norte.
O número de etnias indígenas é maior do que o de línguas. Isso ocorre porque alguns povos indígenas deixaram de falar sua língua de origem em decorrência da violenta colonização que sofreram. Mas o fato de não falarem mais suas línguas originais não significa que deixaram de ser índios: eles se reconhecem e e devem ser reconhecidos como índios, com organizações sociais e culturas diferentes entre si e, ao mesmo tempo, distintas da sociedade não-indígena.
Hoje, muitos povos indígenas são bilíngues (geralmente falam o seu próprio idioma e o português) ou multilíngues (falam mais de duas línguas). Algumas comunidades estão aprendendo na escola a língua de seu povo, que estava deixando de ser utilizada, principalmente entre os mais jovens.
A população indígena tem crescido nos últimos anos, embora povos específicos tenham diminuído demograficamente e alguns estejam até ameaçados de extinção. São mais de 230 povos, alguns deles com parte de sua população residindo em outros países.
Os povos indígenas estão espalhados por todo o território brasileiro e em países vizinhos. No Brasil, a grande maioria das comunidades indígenas vive em terras coletivas, declaradas pelo governo federal para seu uso exclusivo. As chamadas Terras Indígenas somam, hoje, 650.
Muitas palavras que fazem parte do no nosso dia a dia têm origem indígena. Alguns exemplos são: abacaxi, arapuca, arara, capim, catapora, cipó, cuia, cumbuca, cupim, jabuti, jacaré, jibóia, jururu, mandioca, mingau, minhoca, paçoca, peteca, pindaíba, pipoca, preá, sarará, tamanduá, tapera, taquara, toca, traíra, xará.
Existem vários grupos lingüísticos indígenas no Brasil, cada um formado por diferentes línguas. Esses grupos, conhecidos como “famílias”, podem pertencer a dois “troncos linguísticos” principais: o Tupi (o maior e mais conhecido, encontrado em quase todo o território brasileiro) e o Macro-Jê (com cerca de 25 línguas, faladas no Centro-Oeste, na Região Sul, no Pará e na Amazônia meridional).
As famílias karib e aruák não constituem troncos, a cada uma delas é formada por várias línguas.