terça-feira, 21 de julho de 2015

História de Praia Grande dá vida ao muro do Palácio das Artes

Texto:
Gabriela Matias*
Rafael Valério*

Fotos: Tadeu Costa

Com objetivo de se tornar mais um ponto turístico da cidade, o muro do palácio das artes ganhou vida retratando os 48 anos de história de Praia Grande. O Projeto "Traços e histórias de Praia Grande trata-se de 32 imagens grafitadas pelos artistas Leandro Shesko, Beto Crash e Pesado.

Retratos do caminho do mar nos anos 20, calçamento da Avenida  Presidente Castelo Branco, Cidade Ocian, os atletas do mar e das pistas de skate e um dos maiores pontos turístico da cidade o Portinho,  estão entre os grafites.

O subsecretario de Juventude, Augusto Schell, explica como nasceu essa ideia e todo o seu desenvolvimento até chegar ao muro da cidade.  “A proposta para grafitar o muro nasceu de um pedido do Prefeito para revitalizar o muro com a história da cidade, após isso a vice-prefeita e secretária de Governo, professora Maura Ligia Costa Russo,  criou uma comissão para fazer a seleção das Imagens”, disse.

A comissão foi composta pelos professores Mônica, Rafael, e Fatima Valeria (Porto Aprendiz), pelo Sr. Claudio Dias Sterque (Historiador PG) e pelo próprio subsecretário. “Assim começamos um trabalho que durou em torno de três meses de discussão sobre quais seriam as imagens que retratariam esse desenvolvimento da cidade, que vai desde o início do século passado até os dias atuais. Para isso utilizamos como linha para o trabalho os caminhos percorridos para o desenvolvimento, o povo e suas histórias e marcos de desenvolvimento”, destaca Schell.

 Ele explica ainda que o grafite que aliou a arte contemporânea do muralismo com as imagens históricas assim fazendo uma fusão temporal representada em um painel que acreditamos ser uma verdadeira galeria a céu aberto.

Em entrevista ao jornal voz da juventude o grafiteiro Leandro Shesko fala da emoção de participar desse trabalho, “Fiquei lisonjeado por ser um dos escolhidos e fazer parte dessa magnitude”.  Já Beto Crash conta com alegria como foi participar desse trabalho “Faço grafite na cidade há alguns anos e fazer um trabalho para contar a história da cidade de Praia Grande é muito gratificante. A arte urbana está livre para todos, nas ruas, TV, livros. A cada dia mais presente em todo o mundo, temos grafiteiros conhecidos mundialmente”.


Com grande destaque, em uma via movimentada da cidade muitos moradores acompanharam o trabalho. “Acredito que a antiga rota de entrada de Praia Grande virou um marco na cidade e por muito tempo um cartão postal conhecido entre os que visitavam, agora com esse novo muro, junto com o fim de diversas obras de saneamento e projetos de melhoria da qualidade da praia, ele representa o crescimento da cidade que já não é a mesma” conta o morador Leonardo Agnes.


* Conteúdo produzido através do Projeto de Educomunicação Voz da Juventude. Jornalista responsável: Aline Gomes MTB 64010